Timor-Leste: Governo vai devolver impostos cobrados indevidamente

O Ministério das Finanças de Timor-Leste anunciou nesta terça-feira, 24 de janeiro, que vão ser devolvidos todos os impostos seletivos de consumo que tenham sido cobrados indevidamente desde 01 de janeiro de 2023, por erros na aplicação de novas taxas.

A quantia será devolvida ao pagador, a requerimento deste, no prazo de dez dias da apresentação do pedido.

Esta informação integra uma circular assinada pelo ministro das Finanças, Rui Gomes, e visa esclarecer dúvidas que ainda persistem na sociedade relacionadas com os novos impostos seletivos aplicados desde o início do ano.

“Os montantes de imposto seletivo de consumo cobrados a partir de 01 de janeiro de 2023 em contradição com a presente circular, são devolvidos ao pagador, a requerimento deste, no prazo de 10 dias da apresentação do pedido de devolução do imposto pago, por abate à receita”, pode ler-se na circular.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Agente da PRM morto por mineiros no distrito de Mogovolas, em Nampula

Moçambique: Agente da PRM morto por mineiros no distrito de Mogovolas, em Nampula

Mineiros ilegais mataram um agente da Polícia da República de Moçambique, no último domingo, no posto administrativo de Luluti, distrito…
Angola insiste com a Rússia no cessar-fogo

Angola insiste com a Rússia no cessar-fogo

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, pediu ao homólogo russo, Serguei Lavrov, um cessar-fogo com a Ucrânia.…
Moçambique: População do distrito de Ibo pede instituição bancária

Moçambique: População do distrito de Ibo pede instituição bancária

Numa reunião pública no bairro Rututo, na sede do distrito de Ibo, a população lamentou o facto do governo não…
Stoltenberg quer que membros da NATO aumentem despesa em defesa

Stoltenberg quer que membros da NATO aumentem despesa em defesa

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, considera que os Estados-membros da organização devem aumentar a sua atual meta de despesa…