Timor Leste

Timor-Leste: Governo vai recrutar 600 novos efetivos das F-FDTL em 2020

O Governo timorense vai recrutar mais 600 efetivos para as Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) em 2020 e usar 6,5 milhões de dólares em novos funcionários no poder local. Estes recrutamentos adicionais estão previstos na proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE) para o próximo ano, tendo a mesma sido remetida pelo Executivo na terça-feira, 15 de outubro, para o Parlamento Nacional, onde começará a sua tramitação na próxima semana. 

Em relação a salários e vencimentos, onde é verificada uma subida de 12,6% da despesa para 241,3 milhões de dólares, comparativamente a 2019, o Governo referiu que o crescimento da despesa se deve a “alterações a nível de estruturas de pagamentos, regimes especiais para funcionários públicos e novas contratações”. 

Foram ainda mencionados 6,5 milhões de dólares para novas contratações nas estruturas do poder local, em mais um passo no processo de “desconcentração administrativa”. 

Já a Comissão da Função Pública beneficiará de 730 mil dólares para a “promoção interna de funcionários públicos”, com aumentos ainda devido a reestruturações internas e novas posições. 

No entanto, a maior parte do OGE para o próximo ano, cujo valor total é de 1,95 mil milhões de dólares, irá ser aplicada em bens e serviços, com a despesa a aumentar 53,8% face a 2019 para quase 728 milhões de dólares, devido a “medidas que visam o bem-estar dos cidadãos timorenses, com destaque para a eletricidade e os transportes públicos”. 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo