Timor-Leste: Lu-Olo quer melhorias no setor da Educação

O chefe de Estado timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, pediu ao Governo que fizesse melhorias no sistema educativo. Isto porque, lembrou, uma educação com qualidade vai garantir um futuro digno para o país. 

“Peço urgentemente ao Governo que melhore o sistema educativo. É necessária uma escola moderna que forme professores com competências, nomeadamente no uso das novas tecnologias aplicadas ao ensino, e um currículo atualizado que prepare um futuro sustentável para a nação”, disse no discurso proferido na comemoração do 19.º aniversário da Restauração da Independência, assinalado nesta quinta-feira, 20 de maio. 

Lu-Olo recordou também que, devido à pandemia da Covid-19, os estudantes não puderam ir à escola, o que levou o Governo a investir no ensino à distância“No entanto, o nosso sistema educativo ainda não está preparado para garantir que os alunos de todo o território tenham acesso aos recursos de aprendizagem através da televisão e da Internet”, partilhou. 

O governante considera que “os professores ainda não estão preparados para usar tecnologia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin