Timor-Leste: Má nutrição e educação prejudicam mercado de trabalho

O chefe da Casa Civil da Presidência de Timor-Leste, Bendito de Freitas, quer ver melhorias na nutrição infantil, na qualidade de educação e na capacitação dos recursos humanos. Isto porque, segundo o responsável, são três fatores que afetam negativamente o mercado de trabalho do país se não tiverem qualidade. 

“Para preparar os timorenses para mercados de trabalho competitivos atuais e futuros, deve ser iniciado o investimento para o desenvolvimento da primeira infância, e devem ser empreendidos mais esforços no sentido de abordar as lacunas e a falta de correspondência de competências”, afirmou na terça-feira, 28 de junho, citado pelo “Porto Canal”. 

“O desenvolvimento das crianças de Timor-Leste, com investimentos adequados em nutrição e educação infantil, é necessário para preparar a geração futura para construir uma economia produtiva e para competir com os trabalhadores de outros países”, sublinhou. 

As declarações foram feitas no segundo e último dia de uma conferência sobre a segurança social, em Díli. No evento foram analisados alguns dos principais desafios, nomeadamente no mercado de trabalho. 

“A má nutrição cria problemas de crescimento, físico e intelectual, nas crianças, afetando a sua capacidade cognitiva e o desenvolvimento físico, num processo com consequências para o futuro: uma criança com problemas de nutrição e atrofio, será certamente um adulto com maiores problemas”, foi um dos problemas especificados por Bendito de Freitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: MPLA pede a militantes mobilização total

Angola: MPLA pede a militantes mobilização total

O comunicólogo Celso Malavoloneke pediu aos militantes do MPLA que redobrassem as estratégias de comunicação e divulgação das ações do…
Ucrânia: Ministério da Agricultura confirma queda na exportação de cereais

Ucrânia: Ministério da Agricultura confirma queda na exportação de cereais

O Ministério da Agricultura da Ucrânia confirmou nesta sexta-feira, 01 de julho, que a exportação de cereais do país sofreu…
Timor-Leste: Construção e reabilitação de escolas atingem 25%

Timor-Leste: Construção e reabilitação de escolas atingem 25%

O Diretor Nacional das Infraestruturas Educativas do Ministério da Educação, Juventude e Desporto de Timor-Leste, Hélio Lopes, informou que a…
Moçambique recebe 25 milhões de euros para efeitos de mudanças climáticas

Moçambique recebe 25 milhões de euros para efeitos de mudanças climáticas

Moçambique vai receber 25 milhões de euros da Bélgica para programas de redução do impacto das mudanças climáticas e transição…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin