Timor-Leste não autoriza voos comerciais no Estado de Emergência

O Governo de Timor-Leste não vai autorizar voos comerciais durante o Estado de Emergência. Isto porque tal implica uma regularização dos transportes aéreos, explicou o ministro dos Transportes e Comunicações, José Agustinho da Silva. 

Recorde-se que o Estado de Emergência, em vigor no país desde marçofoi decretado devido à pandemia da Covid-19. O governante sublinhou que voos comerciais “vão contra o espírito do Estado de Emergência”, já que permiti-los “significaria a normalização do tráfego aéreo”. 

Esta foi a resposta dada em relação aos pedidos de autorização que as companhias aéreas têm feito para poderem realizar pelo menos um voo comercial mensal, de maneira a permitirem então mobilidade de cidadãos timorenses e estranegeiros de e para o país. 

Apesar de não autorizar voos comerciais, José Agustinho da Silva declarou que irão continuar a ser permitidos voos “essenciais”. O político lembrou que várias viagens foram já organizadas nos últimos meses. 

Entre os voos considerados essenciais encontram-se os voos de emergência, como aqueles operados pelo Programa Alimentar Mundial (PAM), voos de evacuação médica e ainda outros usados para transporte de pessoas ou carga. 

Entretanto, o Governo voltou a solicitar ao Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, a extensão durante 30 dias, e pela sétima vez consecutiva, do Estado de Emergência, que termina no início de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin