Timor-Leste não autoriza voos comerciais no Estado de Emergência

O Governo de Timor-Leste não vai autorizar voos comerciais durante o Estado de Emergência. Isto porque tal implica uma regularização dos transportes aéreos, explicou o ministro dos Transportes e Comunicações, José Agustinho da Silva. 

Recorde-se que o Estado de Emergência, em vigor no país desde marçofoi decretado devido à pandemia da Covid-19. O governante sublinhou que voos comerciais “vão contra o espírito do Estado de Emergência”, já que permiti-los “significaria a normalização do tráfego aéreo”. 

Esta foi a resposta dada em relação aos pedidos de autorização que as companhias aéreas têm feito para poderem realizar pelo menos um voo comercial mensal, de maneira a permitirem então mobilidade de cidadãos timorenses e estranegeiros de e para o país. 

Apesar de não autorizar voos comerciais, José Agustinho da Silva declarou que irão continuar a ser permitidos voos “essenciais”. O político lembrou que várias viagens foram já organizadas nos últimos meses. 

Entre os voos considerados essenciais encontram-se os voos de emergência, como aqueles operados pelo Programa Alimentar Mundial (PAM), voos de evacuação médica e ainda outros usados para transporte de pessoas ou carga. 

Entretanto, o Governo voltou a solicitar ao Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, a extensão durante 30 dias, e pela sétima vez consecutiva, do Estado de Emergência, que termina no início de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Afeganistão: Embaixador na ONU do governo deposto renuncia ao cargo

Afeganistão: Embaixador na ONU do governo deposto renuncia ao cargo

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou nesta quinta-feira, 16 de dezembro, que o embaixador na ONU indicado pelo anterior governo afegão, derrubado…
Revista de Imprensa Lusófona de 17 de dezembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 17 de dezembro de 2021

Em Cabo Verde “A Semana” partilha “Parlamento: PAICV interpela o Governo sobre os transportes e pede explicações quanto aos contratos de concessão”. A…
Angola vai presidir Organização dos Produtores Africanos de Petróleo

Angola vai presidir Organização dos Produtores Africanos de Petróleo

Angola foi eleita para presidir, em 2022, a presidência da Organização dos Produtores Africanos de Petróleo (APPO, sigla em inglês),…
Festas do Povo de Campo Maior elevadas a Património Cultural Imaterial da Humanidade

Festas do Povo de Campo Maior elevadas a Património Cultural Imaterial da Humanidade

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, congratula-se com a inscrição das Festas do Povo de Campo Maior como Património Cultural…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin