Timor-Leste: OGE 2020 prevê 95,6 milhões para a Covid-19

A proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2020 foi aprovada pelo Governo de Timor-Leste nesta quarta-feira, 26 de agosto. O documento destina cerca de 113 milhões de dólares (95 milhões de euros) à primeira fase de medidas para mitigar os impactos da Covid-19.

Esse valor irá financiar as quatro medidas que também serão implementadas ainda no final deste ano. Isto porque o OGE só deverá ser aprovado, pelo menos, em outubro.

As medidas integram a proposta de lei do OGE para 2020, no valor de 1.497 milhões de dólares (1,27 mil milhões de euros).

Recorde-se que se trata da segunda tentativa do Governo para aprovar o orçamento, uma vez que o mesmo foi chumbado no Parlamento em janeiro. Enquanto tal não avançar, o país irá continuar a ser obrigado a operar em regime duodecimal.

O OGE destina cerca de 206 milhões de dólares (174 milhões de euros) para salários e vencimentos, 496,8 milhões de dólares (420,43 milhões de euros) em bens e serviços e 537,1 milhões de dólares (485 milhões de euros) em transferências públicas. O capital menor prevê despesas de 8,9 milhões de dólares (7,53 milhões de euros) e o capital de desenvolvimento um total de 213,4 milhões de dólares (180,6 milhões de euros).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

A ministra da Agricultura do Brasil Tereza Cristina anunciou que vai apresentar um plano nacional para produção de fertilizantes no…
Moçambique: exoneração de Membros do Governo

Moçambique: exoneração de Membros do Governo

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela alínea a) do número…
Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

O governo brasileiro não aderiu a uma ação de 39 países que solicitaram a abertura de investigações formais contra o…
Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

A despeito da posição “neutra” declarada pelo presidente Jair Bolsonaro, o Brasil votou nesta quarta-feira (2) pela imediata retirada das…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin