Timor-Leste: OGE atinge 47% de execução em setembro

O Ministério das Finanças de Timor-Leste efetuou no passado mês de setembro um levantamento do Fundo Petrolífero no valor de 797,8 milhões de dólares norte-americanos. Essa quantia representa 59% do total do orçamento de 2,1 mil milhões aprovados no Parlamento para 2021. 

“Se houver necessidade de reforçar os cofres do Estado, o Executivo irá apresentar outro pedido de levantamento”, lê-se no comunicado divulgado pelo Ministério das Finanças. 

O desempenho da execução do orçamento deste ano divide-se em duas categorias, sendo 456,7 milhões de dólares destinados ao Programa da Boa Governação e Gestão Institucional e 1,5 mil milhões de dólares para Programas Essenciais das várias entidades, ao todo 2,1 mil milhões de dólares. 

“A taxa de execução do OGE [Orçamento Geral do Estado] de 2021 atingiu, a 30 de setembro, 949,2 milhões de dólares, o equivalente a 47% do valor total de 2,1 mil milhões de dólares. A taxa da execução real do Programa da Boa Governação e Gestão Institucional atingiu os 69%, ou seja, 314,8 milhões de dólares, enquanto a taxa de execução para a categoria de programas essenciais é de 40%, o equivalente a 634,4 milhões”, indica o documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin