Timor-Leste: Oposição critica Governo por atrasos em pagamentos

O Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) exigiu explicações ao Governo em relação ao facto de ainda não terem sido pagos serviços de hotéis e de catering usados pelo Estado para a quarentena decretada, devido à pandemia da Covid-19.

“O setor privado está a financiar o Estado à custa da sua própria sobrevivência”, acusou a deputada Teresinha Viegas, questionando sobre “o que tem o Governo a responder a esta situação injusta e dramática criada com a introdução do estado de emergência”.

De acordo com a representante do CNRT, os hotéis e serviços de catering operaram e apoiaram o Governo, mas continuam sem receber o pagamento.

A deputada questionou também o Executivo em relação aos atrasos nos pagamentos durante o estado de emergência no diz respeito a várias das medidas socioeconómicas de apoio.

“Quais são os obstáculos e desafios que impedem o Governo de executar o conjunto de medidas de intervenção económica?”, perguntou.

As questões surgem porque os hotéis e as empresas envolvidas tiveram que operar numa altura em que Timor- Leste se encontrava em estado de emergência. Como tal, correram os riscos de acolherem pessoas em quarentena, incluindo alguns que acabaram por testar positivo.

O país não tem, atualmente, casos ativos de Covid-19. Os números oficiais correspondiam anteriormente a 24 pessoas infetadas, que ficaram todas curadas, e zero óbitos.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

O delegado da Inspeção Nacional das Atividades Económicas (INAE) de Nampula foi detido esta quinta-feira, 12 de janeiro, por ordens…
Brasil: Governo Federal estava ao corrente dos riscos da manifestação em Brasília

Brasil: Governo Federal estava ao corrente dos riscos da manifestação em Brasília

A nuvem do designado “apagão da inteligência federal”, que estaria na origem da falta de antecipação sobre a manifestação e…
Cabo Verde: PAICV considera liberdade de imprensa ameaçada

Cabo Verde: PAICV considera liberdade de imprensa ameaçada

O PAICV considera que a liberdade de imprensa em Cabo Verde está ameaçada. Um dos exemplos dados para essa afirmação…
Angola: FNLA diz que autárquicas não serão credíveis se CNE estiver dominada pelo MPLA

Angola: FNLA diz que autárquicas não serão credíveis se CNE estiver dominada pelo MPLA

A FNLA considera que mesmo que aconteçam as eleições autárquicas no país, esse não será um processo eleitoral credível se…