Timor Leste

Timor-Leste: Orçamento Retificativo conta com Internet grátis para alunos

O Ministério da Educação, Juventude e Desporto de Timor-Leste prevê na proposta do Orçamento Retificativo cerca de três milhões de dólares norte-americanos (2.557.890 euros) para serem aplicados no apoio aos alunos dos municípios afetados pela Covid-19. 

Essa ajuda será dada através de Internet gratuita, para que a mesma seja usada nas aulas online, uma vez que as escolas estão encerradas. Neste âmbito, o ministro da Educação, Armindo Maia, declarou que o ministério que representa preparou um programa, Escola em Casa, para os alunos estudarem os conteúdos online. 

Assim, acabou por ser proposto o referido apoio financeiro para a Internet gratuita aos alunos na proposta do Orçamento Retificativo, uma vez que as verbas em questão não se encontram previstas no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2021. 

“O ministério apresenta uma proposta de orçamento para apoiar os alunos no acesso à Internet em três ou quatro municípios. Não em todos. Esperamos que o Parlamento aprove”, afirmou o governante em Díli, capital timorense. 

Desta forma, os estudantes podem aceder ao programa Escola em Casa através da televisão ou online, usando o YouTube, Facebook e outras aplicações necessárias. 

Recorde-se que as escolas estão encerradas em apenas três municípios, tratando-se os mesmos de Díli, desde 09 de março, Baucau e Viqueque, desde dia 15 do mesmo mês. Tal deve-se a uma imposição de cerca sanitária e ao confinamento obrigatório até 02 de abril.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo