Presidente timorense, Francisco Guterres Lu-Olo

Timor-Leste pede à ONU descolonização de territórios não autónomos

Timor-Leste aproveitou a 76.ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para pedir à organização internacional que se empenhasse na descolonização dos restantes 17 territórios não autónomos. O objetivo é permitir ao povo desses locais “os seus direitos de autodeterminação”

“Ao embarcarmos na quarta década para a erradicação do colonialismo, Timor-Leste deseja aproveitar esta oportunidade para instar as Nações Unidas a empenharem-se no trabalho do Comité Especial para a Descolonização com o objetivo de realizar a descolonização dos restantes 17 territórios não autónomos, para permitir às pessoas nesses territórios exercerem os seus direitos de autodeterminação”, afirmou o Presidente da República de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo

As declarações do governante foram lidas esta segunda-feira, 27 de setembro, pelo representante permanente de Timor-Leste na ONU, Karlito Nunes. Nesse documento, Lu-Olo realçou o caso do Saara Ocidental, tendo dito que uma missão da ONU está presente no território há cerca de três décadas, mas que os progressos “não têm sido satisfatórios”

“Reiteramos, mais uma vez, o nosso apelo ao secretário-geral das Nações Unidas para que o seu enviado especial para o Saara Ocidental reative urgentemente o processo de negociação entre a Frente Polisário e Marrocos”, disse ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin