Timor-Leste: PR diz que Brasil pode apoiar na autossuficiência na agricultura

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, partilhou publicamente que o Brasil pode apoiar o seu país a tornar-se autossuficiente na agricultura e na luta contra a extrema pobreza e subnutrição. 

“Apoiar através da Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] na área de agricultura. Timor finalmente vir a ser autossuficiente em toda a gama de agricultura para garantir segurança alimentar”, disse à “Lusa”. “Futuramente virá uma delegação do Governo” brasileiro, acrescentou. 

Recorde-se que o Brasil é considerado um dos principais ‘celeiros’ do mundo, tendo evoluído ao longo dos anos na sua tecnologia agrícola, também devido à Embrapa.  

No Brasil, o setor da agricultura emprega 19 milhões de pessoas. Em novembro do ano passado o país conseguiu exportar produtos no valor de 11,94 mil milhões de euros, tendo ultrapassado pela primeira vez a barreira dos 10 mil milhões de euros no mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Assaltos a residências e violência sexual preocupam cidadãos de Pemba 

Moçambique: Assaltos a residências e violência sexual preocupam cidadãos de Pemba 

Apesar da frequente circulação de diferentes Forças de Defesa e Segurança nas principais avenidas da cidade, os munícipes de Pemba…
Angola: A Universidade de Coimbra organiza exposição integrada nas comemorações dos 50 anos do 25 de abril

Angola: A Universidade de Coimbra organiza exposição integrada nas comemorações dos 50 anos do 25 de abril

Uma mostra que reúne 50 capas dos jornais A Província de Angola, Diário de Luanda, Jornal de Angola, O Angolense,…
Moçambique: Tropas Sul-africanas da SAMIM iniciam retirada em Cabo Delgado

Moçambique: Tropas Sul-africanas da SAMIM iniciam retirada em Cabo Delgado

As tropas sul-africanas que integram a Missão da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral em Moçambique (Southern African Development Community…
“Nunca me senti um radical”, defende José Dias Fernandes, deputado eleito pela emigração na Europa pelo Chega

“Nunca me senti um radical”, defende José Dias Fernandes, deputado eleito pela emigração na Europa pelo Chega

José Dias Fernandes, de 65 anos, é empresário e está a estrear-se na Assembleia da República de Portugal como deputado,…