Timor-Leste: PR diz que país foi enganado na construção de ‘ferry’ em Portugal

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, declarou que o país foi enganado no processo da construção do ‘ferry’ Haksolok e que a aquisição dos estaleiros da Figueira da Foz é uma “segunda oportunidade” dada a Portugal. 

“Eu diria que é uma segunda oportunidade que se dá aos estaleiros de Portugal. Espero que, das autoridades portuguesas e da empresa mista, agora haja muito maior profissionalismo, maior integridade para o benefício de Timor e dos estaleiros, com uma boa gestão, uma gestão inteligente”, disse em entrevista à “Lusa” nesta quinta-feira, 03 de novembro. 

O governante não culpou o secretário-geral da Fretilin, Mari Alkatiri, que negociou o processo. “Timor-Leste foi vítima, o doutor Mari Alkatiri é alguém que sempre privilegiou relações com Portugal”, salientou. 

“Fez-se aqui e fomos logo enganados”, acrescentou, tendo por isso pedido atenção às autoridades de Portugal para “não repetir essa experiência triste”

Timor-Leste investiu 12 milhões de euros na aquisição de 95% dos estaleiros da Figueira da Foz. A infraestrutura entrou em insolvência e tinha praticamente como único cliente a construção do ‘ferry’ Haksolok, que devia ligar a capital timorense, a ilha de Ataúro e o enclave de Oecusse, no oeste do país, na altura gerido por Alkatiri.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…