Timor-Leste: PR diz que país foi enganado na construção de ‘ferry’ em Portugal

José Ramos-Horta

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, declarou que o país foi enganado no processo da construção do ‘ferry’ Haksolok e que a aquisição dos estaleiros da Figueira da Foz é uma “segunda oportunidade” dada a Portugal. 

“Eu diria que é uma segunda oportunidade que se dá aos estaleiros de Portugal. Espero que, das autoridades portuguesas e da empresa mista, agora haja muito maior profissionalismo, maior integridade para o benefício de Timor e dos estaleiros, com uma boa gestão, uma gestão inteligente”, disse em entrevista à “Lusa” nesta quinta-feira, 03 de novembro. 

O governante não culpou o secretário-geral da Fretilin, Mari Alkatiri, que negociou o processo. “Timor-Leste foi vítima, o doutor Mari Alkatiri é alguém que sempre privilegiou relações com Portugal”, salientou. 

“Fez-se aqui e fomos logo enganados”, acrescentou, tendo por isso pedido atenção às autoridades de Portugal para “não repetir essa experiência triste”

Timor-Leste investiu 12 milhões de euros na aquisição de 95% dos estaleiros da Figueira da Foz. A infraestrutura entrou em insolvência e tinha praticamente como único cliente a construção do ‘ferry’ Haksolok, que devia ligar a capital timorense, a ilha de Ataúro e o enclave de Oecusse, no oeste do país, na altura gerido por Alkatiri.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Hamas partilha avanço nas negociações para cessar-fogo

Hamas partilha avanço nas negociações para cessar-fogo

O Hamas divulgou nesta segunda-feira, 04 de março, que está a avançar com as conversações no Cairo, de maneira a…
Estudo com 4 245 psiquiatras da Europa sobre o estigma associado à doença mental na prática clínica apresenta primeiros resultados

Estudo com 4 245 psiquiatras da Europa sobre o estigma associado à doença mental na prática clínica apresenta primeiros resultados

A promoção de uma cultura laboral que inclua iniciativas anti-estigma e a integração destas ações nos programas de formação em…
Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Ainda há população nas aldeias do posto administrativo de Mucojo, distrito de Macomia, apesar de ter sido decretada a evacuação…
Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

O último fim-de-semana foi marcado por mais uma investida dos grupos terroristas, no distrito de Quissanga e na ilha Quirimba,…