Presidente timorense, Francisco Guterres Lu-Olo

Timor-Leste: PR quer PGR com melhores infraestruturas

O Presidente da República de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo, declarou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) necessita de infraestruturas adequadas para poder trabalhar no combate ao crime. A observação foi feita à margem da inauguração do novo edifício do Gabinete Central de Combate à Corrupção e à Criminalidade Organizada da PGR, em Díli. 

“É preciso melhorar as infraestruturas físicas e tecnológicas e utilizá-las para a efetividade dos serviços”, disse Lu-Olo, citado pelo site “Tatoli”. 

Ainda de acordo com o chefe de Estado, as infraestruturas físicas são essenciais para que a PGR disponha de equipamentos adequados e para que os procuradores e oficiais do ministério tenham um melhor desempenho das suas responsabilidades. 

Por sua vez, o Procurador-Geral da República, Alfonso Lopez, afirmou que o novo edifício ajuda a preservar as provas forenses de casos complexos de criminalidade. “A equipa de combate ao crime vai realizar um trabalho qualificado. As novas instalações garantem o bom tratamento das provas e o registo informático dos crimes”, assegurou. 

A construção das novas instalações, realizada pela empresa Bobolaik, começou a 17 de outubro de 2019 e terminou a 29 de setembro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin