Timor-Leste: Ramos-Horta e Alkatiri desvalorizam Estado de Emergência

José Ramos-Horta

O antigo Presidente timorense José Ramos-Horta disse que considera desnecessária a declaração do Estado de Emergência. A mesma opinião é igualmente partilhada pelo secretário-geral da Fretilin, Mari Alkatiri. Ambos concordam que há medidas alternativas que o Governo de Timor-Leste pode tomar.

Segundo Alkatiri, o país tem uma adesão a convenções internacionais que permitem essas medidas administrativas. Assim, explicou, não seria necessário o Estado de Emergência.

No entanto, referiu que não é contra esse estado, respeitando o facto de tal se tratar de uma decisão de três órgãos de soberania. Ainda assim, reiterou, existem alternativas que deveriam ser urgentemente aplicadas.

Por sua vez, Ramos-Horta realçou o mesmo ponto de vista. O ex-chefe de Estado lembrou que boas medidas de entradas e saídas do país podem ser feitas mesmo sem Estado de Emergência.

Foi também defendida uma auditoria a todo o dinheiro que foi gasto durante os três meses do Estado de Emergência. Só assim o povo saberá que quantia foi gasta e onde, concluiu.

Recorde-se que Timor-Leste está sem casos ativos de Covid-19 desde 15 de maio.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

As operadoras de transportes públicos devem mais de 40 milhões de kwanzas ao Estado na província angolana do Cuanza Sul. …
Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

O eleito municipal da UCID em Santo Antão, José Graça, disse que se trata de uma “manobra para manipular a…
Moçambique: PRM confirma envolvimento de membros seus em actos criminais

Moçambique: PRM confirma envolvimento de membros seus em actos criminais

O Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael, disse reconhecer o envolvimento dos membros da sua corporação…
Cabo Verde: MpD garante cumprimento do quadro legal de contratação pública por ajuste direto

Cabo Verde: MpD garante cumprimento do quadro legal de contratação pública por ajuste direto

O secretário-geral do Movimento para a Democracia (MpD), Luís Carlos Silva, assegurou que o Governo cabo-verdiano tem cumprido o quadro…