Timor-Leste recebe empréstimo do Banco Mundial para água potável

O Banco Mundial aprovou um empréstimo de 121 milhões de dólares (113 milhões de euros) para um projeto de água potável em Timor-Leste, refere a “Lusa”. Este projeto poderá levar a que 83.380 cidadãos de Díli, capital timorense, tenham acesso a essa água. 

O empréstimo foi aprovado pelo conselho de administração executivo da referida entidade financeira. O objetivo é usar o dinheiro no desenvolvimento, modernização e expansão do sistema de abastecimento de água existente na zona leste de Díli, através 12.482 ligações canalizadas. 

Trata-se de um projeto que deverá começar em outubro, após a ratificação do acordo pelo Governo timorense. “Fornecer mais água potável a mais pessoas irá melhorar significativamente a sua saúde e bem-estar e, em última análise, irá contribuir para o crescimento económico”, afirmou o responsável do Banco Mundial em Timor-Leste, Bernard Harborne. 

“Este projeto é uma contribuição oportuna para o foco renovado do governo no capital humano, uma vez que celebra o seu 20.º aniversário de independência”, disse ainda. 

Em Díli há apenas cerca de 40% dos seus 317 mil habitantes com acesso a água canalizada. Trata-se de um acesso limitado por “infraestruturas envelhecidas, abastecimentos altamente intermitentes e baixas pressões, manutenção inadequada e um elevado número de ligações ilegais, resultando em receitas reduzidas” para a empresa pública de água de Timor-Leste, explica o Banco Mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Governo incentiva massificação da produção do trigo

Moçambique: Governo incentiva massificação da produção do trigo

O secretário de Estado da província de Niassa, Dinis Vilanculos, desafiou 57 engenheiros graduados a colocarem em prática a massificação…
Guiné Equatorial: Governo focado em reduzir preços de necessidades básicas

Guiné Equatorial: Governo focado em reduzir preços de necessidades básicas

O Governo equato-guineense está a trabalhar, em conjunto com empresas comerciais, para reduzir os preços de necessidades básicas. Os grossistas foram…
Cabo Verde tem 52% de emprego informal e 22% é precário

Cabo Verde tem 52% de emprego informal e 22% é precário

O Instituto Nacional de Estatística (INE) em Cabo Verde divulgou que o setor informal representa 52% dos empregos no arquipélago…
Cabo Verde: MpD enaltece primeira sessão da X Legislatura

Cabo Verde: MpD enaltece primeira sessão da X Legislatura

O deputado do MpD, Celso Ribeiro, considera que no primeiro ano da X Legislatura todos os parlamentares têm contribuído para melhorias…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin