Timor-Leste regista 4.590 famílias afetadas e 12.378 deslocados

As autoridades timorenses registaram, até ao momento, 4.590 famílias afetadas e 12.378 deslocados nas cheias ocorridas há uma semana em Timor-Leste. Os números foram divulgados pela Proteção Civil, num balanço que identifica 36 mortos e dez desaparecidos. 

Segundo os dados revelados, 63,76% das 590 famílias afetadas vivem no município de Díli, qué também o mais afetado no somatório de habitações destruídas por inundação ou derrocadas, com um total de 4.384 casas. 

“A subida das águas provocou a inundação de áreas agrícolas, sendo determinada uma área destruída de 253 hectares, com especial incidência nos municípios de Aileu, Bobonaro, Ermera e Manatuto”pode ler-se num comunicado da Proteção Civil. 

“Ao nível do apoio de emergência, de um total de 4.798 beneficiários inicialmente referenciados, até 09 de abril foi prestado apoio a 3.915, o que corresponde a 81,6% da população alvo, estando a ser envidados esforços para rapidamente se alcançar todas as populações afetadas, especialmente as que se encontram mais isoladas”indica ainda. 

As equipas da Eletricidade de Timor-Leste (EDTL) no terreno têm vindo a normalizar o fornecimento de energia elétrica às populações. Já Governo timorense entregou tanques e disponibilizou o apoio dos bombeiros para assegurar o abastecimento de água e as condições sanitárias às populações, principalmente as que se encontram nos centros de acolhimento. 

Várias organizações não-governamentais, empresas de restauração e outras entidades têm investido na entrega diária milhares de refeições quentes e outros bens essenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin