Timor-Leste: Reunidos dados de 63 mil estudantes para Internet gratuita

O ministro do Ensino Superior, Ciência e Cultura de Timor-Leste, Longuinhos dos Santos, anunciou que o ministério que representa recebeu, até ao momento, dados de 63.523 alunos universitários que terão então acesso ao apoio de Internet gratuita e à isenção de propinas.

Ainda de acordo com o governante, faltam alguns dados de outras instituições. No entanto, o prazo de entrega já acabou na passada quarta-feira, 19 de maio. 

Assim, mesmo sem todos os dados entregues no prazo estipulado, a proposta acabou por ser entregue ao Ministério das Finanças com o número obtido até ao momento. Dessa forma, deu-se início ao processo do apoio através do Fundo Covid-19. 

Recorde-se que o Orçamento Retificativo já conta com Internet grátis para os estudantes dos municípios afetados pela Covid-19Ministério da Educação, Juventude e Desporto de Timor-Leste prevê na proposta do referido orçamento cerca de três milhões de dólares norte-americanos (2.557.890 euros) para serem aplicados no apoio a esses alunos. 

A Internet será usada nas aulas online, uma vez que as escolas dos locais afetados permanecem encerradas. Neste âmbito, o ministro da Educação, Armindo Maia, declarou que o ministério que representa preparou um programa, ‘Escola em Casa’, para os alunos estudarem os conteúdos online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin