Timor Leste

Timor-Leste: Ruak analisa quarto Estado de Emergência

Primeiro-ministro de Timor-Leste, Taur Matan Ruak
Taur Matan Ruak

O primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, presidiu, no Palácio do Governo, uma reunião com as linhas ministeriais relevantes para discutir a implementação do quarto período de Estado de Emergência.

De acordo com o site oficial do Governo de Timor-Leste, o encontro teve como objetivo analisar os mecanismos de implementação, nomeadamente nos pontos de entrada de pessoas e dos bens, como as fronteiras.

Para o chefe do Executivo, a implementação do quarto período de Estado de Emergência não precisa da criação de uma Sala de Situação, como aconteceu nos períodos anteriores. Segundo Ruak, é necessário um reforço do papel do Ministério da Saúde relativamente às medidas de controlo sanitário já estabelecidas.

Já o Centro Integrado de Gestão de Crises continuará a fazer o acompanhamento, uma vez que o atual Estado de Emergência será aplicado principalmente na zona fronteiriça. Assim, será possível um controlo rigoroso do movimento de pessoas, de forma a evitar que a pandemia da Covid-19 entre no país.

Na reunião foi igualmente acordada a proposta do vice-ministro do Interior para alterar a o regime de entrada de pessoas no território timorense. A regra anterior estipulava que podiam entrar pessoas no território nacional todas as quartas-feiras. Agora, com esta alteração, é autorizada apenas a entrada a cada 17 dias.

Quanto aos bens de primeira necessidade, mantém-se o disposto no despacho anterior, ou seja, a entrada dos mesmos todas as quartas-feiras.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo