Timor-Leste: Ruak defende reformas na polícia, segurança e justiça

O primeiro-ministro de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, defendeu nesta terça-feira, 24 de janeiro, reformas no setor da polícia, segurança e justiça.

O objetivo, explicou, é conseguir responder à preocupação do “ego setorial” que está a colocar desafios ao país.

“A questão não é nova. No nosso país há essa questão do ego setorial. Mas noutros países também há”, declarou à “Lusa”, ao ser interrogado sobre as recentes polémicas relacionadas com a atuação de algumas estruturas da segurança no país.

“É uma preocupação e estamos a ver como devemos evitar isso no futuro. Uma das coisas que estamos a estudar seriamente são as reformas, mudar o que não está bem para responder aos desafios no país”, concluiu.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Greve suspensa em Nacala, mas salários continuam em atraso

Moçambique: Greve suspensa em Nacala, mas salários continuam em atraso

Os funcionários e agentes do Estado afetos ao Município de Nacala suspenderam no domingo, 22 de janeiro, a greve iniciada…
Portugal: Costa anuncia amortização da dívida de Cabo Verde

Portugal: Costa anuncia amortização da dívida de Cabo Verde

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, anunciou nesta segunda-feira, 23 de janeiro, que todo o montante da amortização da dívida…
Brasil: Museu do Ipiranga terá exposição sobre as “Memórias da Independência”

Brasil: Museu do Ipiranga terá exposição sobre as “Memórias da Independência”

Amanhã, dia 25 de janeiro, o Museu do Ipiranga, em São Paulo, inaugura a exposição temporária Memórias da Independência, a…
Guiné Equatorial: Ativista denuncia "morte por tortura"

Guiné Equatorial: Ativista denuncia "morte por tortura"

O ativista equato-guineense Tutu Alicante declarou publicamente que continuam a registar-se vários casos de violação dos direitos humanos na Guiné…