Timor-Leste sai do grupo de países frágeis da OCDE

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) publicou o Relatório Estados de Fragilidade 2020 nesta quinta-feira, 17 de setembro. No documento verifica-se que Timor-Leste foi retirado pela primeira vez da lista dos Estados considerados frágeis. 

Trata-sentão do primeiro relatório da OCDE a não incluir o país asiático no conjunto de países considerados em fragilidade, passando assim a ser composto por 57 países. Saíram igualmente da lista o Egito, o Malawi, o Nepal e o Ruanda. 

De acordo com o relatório, “Timor-Leste saiu do quadro de fragilidade na edição de 2020 através de “investimentos sustentados ao longo do tempo na mitigação de conflitos, fortalecimento de instituições políticas e construção de resiliência económica”. 

O documento menciona ainda que, desde a edição de 2018, “a fragilidade do país diminuiu em todas as dimensões, exceto um ligeiro aumento na dimensão da segurança. São também realçados os “notáveis declínios na fragilidade económica e ambiental” que “contribuíram para a saída de Timor-Leste” dlista. 

Quanto aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), o relatório mostra que “Timor-Leste está a caminho de alcançar o ODS 4 (educação), o ODS 8 (trabalho digno e crescimento económico), o ODS 16 (paz, justiça e instituições fortes) e o ODS 17 (parcerias) e que o progresso está também a aumentar moderadamente em cinco outros ODS”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

O “Jornal de Angola” noticia “Angolanos que fogem da Ucrânia podem chegar a Luanda este mês”. Segundo a “Angop”, os…
Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin