Timor-Leste: STAE regista mais de seis mil novos eleitores

O Secretariado Técnico da Administração Estatal (STAE) de Timor-Leste registou, até julho, mais de seis mil novos eleitores em todo o país. A informação foi divulgada pelo Diretor-Geral da tutela, Acilino Branco

“Registam-se atualmente na base de dados 846.352 eleitores, sendo que 6.017 são novos registados entre janeiro e julho deste ano e 5.124 atualizações”, afirmou. 

Por sua vez, o Diretor do STAE do município de Aileu, Marcelino Sousa, declarou que já foram identificados 73 centros de votação na zona e 80 estações de voto. “Continuamos a identificar alguns locais que permitam instalações de mais centros de votação. Podemos, assim, responder aos problemas enfrentados”, disse. 

Já o Diretor do STAE em Manufahi, Ângelo Real, avançou que no município que representa foram registados 94 centros de votação. Desses, 12 encontram-se no Posto Administrativo de Alas, 15 em Fatuberliu, 15 em Turiscai e 52 em Same. 

“Entre os 94 centros de votação, 33 não têm acesso à estrada, alguns estão com falta de rede de Internet fornecida pelas operadoras de telecomunicações Telemor e Timor Telecom e 40 estão sem acesso à eletricidade”, partilhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin