UE quer financiar 400 projetos com programa cultural em Timor-Leste e nos PALOP

orçamento do Projeto Procultura PALOP-Timor-Leste, que começou há meses, é de 19 milhões de euros. A União Europeia (UE) está a apoiar cerca de 400 projetos com um programa cultural, através do financiamento de iniciativas em todos os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e em Timor-Leste. 

A iniciativa foi apresentada em Cabo Verde, tendo o técnico do Projeto Procultura PALOP-Timor-Leste, Guilherme Bragança, afirmado que um dos programas, denominado Diversidade, tem como objetivo dinamizar as questões da identidade ligadas ao desenvolvimento da diversidade cultural nesses países. 

“Com o Diversidade, espera-se poder apoiar cerca de 400 projetos em todos os PALOP e Timor-Leste. É uma meta bastante ambiciosa”, disse o responsável pela implementação do programa no arquipélago. 

Este programa está aberto a candidaturas de bolsas e projetos de vários setores culturais, contando com financiamentos entre os dois mil e os 20 mil euros, segundo Guilherme Bragança. No total, será destinado 100 mil euros a cada país para serem geridos até 2023.  

As candidaturas, que já decorrem e que terminarão em setembro de 2022, são abertas a todos os setores, público, privado ou sociedade civil, e as prioridades são os jovens, as mulheres, as zonas com mais desafios, a criação de emprego e melhoria das condições de vida das pessoas. 

Do orçamento total de 19 milhões de euros para esta iniciativa, 17,7 milhões vêm da UE, 1,2 milhões do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, e 90 mil euros da Fundação Calouste Gulbenkian, ambos de Portugal. Além de cofinanciado pelo Camões, o programa é também gerido por este instituto do Ministério dos Negócios Estrangeiros português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, partilhou publicamente a vontade de consolidar o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo…
Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin