Vanuatu considera que Timor-Leste pode ajudar a resolver disputa com França

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Vanuatu declarou que quer conhecer a estratégia de Timor-Leste para resolver a questão das fronteiras marítimas com a Austrália, de forma a que tal ajude a resolver com a França uma disputa sobre a propriedade de duas ilhas.

“Uma delegação nossa foi a Timor-Leste para saber como eles usaram artigos da convenção do Direito do Mar das Nações Unidas para forçar a Austrália a negociar. Porque a Austrália estava a tratar Timor-Leste da mesma maneira que a França nos está a tratar”, explicou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Ralph Regenvanu, citado pela imprensa local.

“Timor-Leste usou uma cláusula específica para forçar a Austrália a chegar à mesa de negociações, por isso enviamos uma delegação a Timor-Leste para aprendermos como poderíamos usar esse mecanismo se a França continuar a recusar-se a negociar”, acrescentou.

Em causa está um debate que se prolonga há 43 anos sobre a posse das ilhas Matthew e Hunter, que os franceses anexaram oficialmente em 1976. O chefe da diplomacia do Vanuatu salientou que o seu país tem tentado avançar no processo de ver reconhecidas as suas reivindicações sobre a posse das ilhas, incluindo o apoio da política de autodeterminação das Ilhas Chagos, junto do Tribunal Internacional de Justiça (TIJ).

Recorde-se que, após décadas sem solução para as suas fronteiras marítimas, Timor-Leste e Austrália assinaram em março do ano passado um tratado sobre as fronteiras marítimas permanentes entre os dois países, que está ainda por ratificar.

O documento foi concluído depois de terem sido feitas negociações entre os dois países, conduzidas no âmbito de uma Comissão de Conciliação e com base num processo iniciado por Timor-Leste no quadro da Convenção do Direito do Mar das Nações Unidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia diz que não entra na NATO se garantirem segurança do país

Ucrânia diz que não entra na NATO se garantirem segurança do país

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, garantiu nesta quinta-feira, 10 de março, que o país está disposto…
Portugal respeita posição de Angola sobre guerra na Ucrânia

Portugal respeita posição de Angola sobre guerra na Ucrânia

O novo Embaixador português em Angola, Francisco Duarte, entregou nesta quarta-feira, 09 de março, cartas credenciais no Palácio Presidencial em…
SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Aumento do Salário mínimo

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Aumento do Salário mínimo

O São-tomense e sindicados chegam ao consenso sobre o salário mínimo na função pública que sobe já a partir de…
SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Vila Nova arranca a semana da economia

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Vila Nova arranca a semana da economia

São Tomé-10-Mar-2022- Iniciou na passada segunda-feira a semana nacional de Economia Azul, e foi presidido pelo Presidente da República Carlos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin