África Subsaariana

África do Sul constrói barreira de 40 km ao longo da fronteira com o Zimbabwe

As autoridades sul-africanas anunciaram a construção de uma barreira de 40 km ao longo da fronteira do seu país com o Zimbabwe para impedir que imigrantes ilegais entrem e propaguem o coronavírus.

A cerca deve ser erguida em ambos os lados do porto de entrada terrestre de Beitbridge para “garantir que nenhuma pessoa sem documentos ou infetada atravesse o país”.

O presidente Cyril Ramaphosa já ordenou o encerramento de 35 dos 53 pontos de entradas terrestres.

Esta medida não será eficaz se as cercas na fronteira não forem seguras, o que em muitos lugares não é“, disse Patricia de Lille, ministra das Obras Públicas, em comunicado divulgado na quinta-feira.

Os 40 km de cerca serão concluídos em um mês. A mão-de-obra local será fornecida pelo contratado. Certamente não somos xenófobos. Tivemos reuniões intensivas com todos os países vizinhos. O que é importante para a África do Sul é proteger os nossos próprios cidadãos e pessoas que entram no nosso país, porque no posto de fronteira agora, encontram-se inspetores de saúde e profissionais do meio ambiente que fazem os testes e a triagem na fronteira. Mas se alguém apenas atravessar a fronteira, não terão esse serviço“, acrescentou.

A África do Sul, o país mais industrializado do continente africano, há muito tempo tenta reduzir a migração ilegal do Zimbabwe, que vê como uma ameaça aos empregos locais num país com desemprego de cerca de 30%.

A África do Sul registou 150 casos confirmados do vírus e nenhuma morte.

Países de todo mundo todo estão a cancelar voos, proibindo viagens de certos países e reforçando o controlo nas fronteiras para impedir a propagação do vírus.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 209.000 pessoas testaram positivo para COVID-19, a infecção causada pelo novo coronavírus, em todo o mundo. O vírus já matou pelo menos 8.700 pessoas, segundo o órgão de saúde da ONU.

O surto chegou à África mais tarde do que aos outros continentes, mas pelo menos 33 países já confirmaram casos, com 13 mortes relatadas. O Zimbabwe ainda não comunicou casos de coronavírus.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo