Banco Mundial planeia investir mais de 5 mil milhões de dólares em Terras Secas na África

O Banco Mundial anunciou na terça-feira que planeia investir mais de 5 mil milhões de dólares nos próximos cinco anos para ajudar a restaurar paisagens degradadas, melhorar a produtividade agrícola e promover a subsistência em 11 países africanos numa faixa de terra que se estende do Senegal ao Djibouti.

“Este investimento, que chega num momento crucial, ajudará a melhorar os meios de subsistência à medida que os países se recuperam do Covid-19 ao mesmo tempo em que lida com o impacto da perda de biodiversidade e da mudança climática nos seus povos e economias”, disse o presidente do Grupo Banco Mundial, David Malpass.

Malpass fez o anúncio durante uma reunião de alto nível co-patrocinada pela França e as Nações Unidas que tem como foco abordar as mudanças climáticas e a perda de biodiversidade.

Os mais de 5 mil milhões de dólares em financiamento apoiarão a agricultura, a biodiversidade, o desenvolvimento comunitário, a segurança alimentar, a mobilidade rural e o acesso à energia renovável em 11 países do Sahel, Lago Chade e Corno de África.

Muitos desses esforços estão alinhados com a iniciativa da Grande Muralha Verde e nos investimentos paisagísticos do Banco Mundial nesses países nos últimos oito anos, que alcançaram mais de 19 milhões de pessoas e colocaram 1,6 milhão de hectares sob gestão sustentável da terra.

“A restauração de ecossistemas naturais nas terras áridas da África beneficia tanto as pessoas quanto o planeta”, disse Moussa Faki Mahamat, Presidente da Comissão da União Africana.

Trabalhando com muitos parceiros, PROGREEN, um fundo global do Banco Mundial dedicado a impulsionar os esforços dos países para lidar com a degradação da paisagem, também investirá 14,5 milhões de dólares em cinco países do Sahel – Burkina Faso, Chade, Níger, Mali, Mauritânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Investigadores encontram ligação entre herpes e doenças neurodegenerativas

Investigadores encontram ligação entre herpes e doenças neurodegenerativas

Num estudo “pioneiro”, os investigadores descobriram uma potencial conexão direta entre doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer, esclerose lateral…
Cabo Verde: Sede do Ministério do Turismo passa a ser no Sal

Cabo Verde: Sede do Ministério do Turismo passa a ser no Sal

A sede do Ministério do Turismo e dos Transportes de Cabo Verde vai mudar-se, até ao final de 2021, da…
Universidade Católica assinala Dia Internacional do Microrganismo com debate

Universidade Católica assinala Dia Internacional do Microrganismo com debate

​Os micróbios estão um pouco por toda a parte. Metade das células do nosso corpo são na realidade células provenientes…
Angola e Portugal assinam memorando para setor dos transportes

Angola e Portugal assinam memorando para setor dos transportes

O ministro dos Transportes de Angola, Ricardo Viegas de Abreu, testemunhou nesta terça-feira, 14 de setembro, em Lisboa, a assinatura…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin