África Subsaariana

Lesoto aceita relatório da SADC sobre crise política

O Presidente do Botswana, Ian Khama, conseguiu resolver o impasse criado entre Lesotho e a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) sobre o relatório da Comissão de Inquérito relativamente à crise política no país.

Em conferência de imprensa, na passada quarta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Relações Internacionais do Botswana, Dr. Pelonomi Venson-Moitoi, anunciou que depois da conferência, o Presidente Khama, também presidente da SADC, encontrou-se com o primeiro-ministro do Lesotho, Pakalitha Mosisili, que concordou aceitar o relatório, lembrando que a Troika tinha anteriormente recomendado quer a exclusão do Lesotho da SADC, quer a imposição de sanções, na eventualidade do país recusar o relatório.

Mosilili deverá divulgar o relatório aos outros partidos envolvidos, especialmente à oposição, dentro de 14 dias.

Recorde-se que na passada segunda-feira, durante a cimeira extraordinária da SADC e Troika, todos os chefes de Estado concordaram na suspensão do Lesotho como membro de pleno direito da SADC, à crise política que grassa no país .

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo