CEDEAO

CEDEAO aceita reduzir o número de comissários

O chefe de Estado de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, informou que os seus homólogos da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) aprovaram a redução do número de comissários da organização. Assim, os mesmos passaram de 15 para sete. 

Desta forma ficou salvaguardado que cada grupo linguístico tivesse sempre um representante. Segundo o governante cabo-verdiano, a decisão foi tomada durante a 59.ª sessão ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO. 

O evento decorreu presencialmente no sábado, 19 de junho, em Acra, no Gana. É este país que detém, atualmente, a presidência rotativa da referida comunidade. O tema central do encontro foi a reforma institucional da CEDEAO. 

“A sessão, que se realizou durante cerca de seis horas ininterruptas, decorreu, no geral, sob o signo do consenso sobre as principais questões, designadamente quanto às linhas fundamentais da reforma institucional”, escreveu Jorge Carlos Fonseca numa mensagem divulgada na sua conta oficial na rede social Facebook. 

“Vai haver uma redução de comissários, mas mantém-se o princípio da rotatividade, o que quer dizer que cada Estado-membro poderá ter sempre um representante em uma das instituições comunitárias. Ou seja, se não tiver um comissario poderá ter um auditor geral, um juiz, ou um membro da gestão comunitária”, esclareceu mais tarde à imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin