Ex-ditador chadiano julgado no Senegal

O ex-ditador do Chade, Hissène Habré, é acusado de crimes contra a humanidade, incluindo alegações de escravidão sexual.

O caso também está a estabelecer um precedente porque marca a primeira vez que um ex-governante de um país africano, Chade, foi levado a julgamento noutra nação, Senegal, num tribunal especialmente convocado, apoiado pela União Africana.

Dezenas de pessoas testemunharam na capital, Dakar, no tribunal, conhecido como Câmara Extraordinária Africana. As mulheres dizem que foram violadas na prisão durante o regime de Habré entre 1982 e 1990.

O veredicto é esperado para maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Portugal extradita ex-Presidente dos Transportes de Angola

Portugal extradita ex-Presidente dos Transportes de Angola

O antigo Presidente do Conselho de Administração da Empresa de Transportes Colectivo e Urbano de Luanda (TCUL), Abel Cosme, foi extraditado por Portugal para Angola. O…
Vacinas da Guiné Equatorial serão pagas com luvas de Michael Jackson

Vacinas da Guiné Equatorial serão pagas com luvas de Michael Jackson

As luvas do falecido cantor Michael Jackson vão ser usadas para ajudar a pagar as vacinas contra a Covid-19 da Guiné Equatorial. Recorde-se que…
Guiné-Bissau: Boicote mata pacientes no Simão Mendes, directores demitem-se

Guiné-Bissau: Boicote mata pacientes no Simão Mendes, directores demitem-se

Oito Directores de Serviço, em carta conjunta que entregaram ao Director do Hospital Nacional Simão Mendes (HNSM), Silvano Coelho, apresentaram…
Revista de Imprensa Lusófona de 22 de setembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 22 de setembro de 2021

Em Portugal o “Público” destaca que o “Estado paga subvenções vitalícias a 239 ex-políticos e juízes”. No “Diário de Notícias” lê-se “Liderança do PSD:…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin