Crianças na África Subsaariana morrem de covid-19 a uma taxa mais alta do que no resto do mundo

Crianças na África Subsaariana que são hospitalizadas com covid-19 estão a morrer a uma taxa muito maior do que crianças nos EUA e na Europa, de acordo com um novo estudo publicado na JAMA Pediatrics e liderado por um epidemiologista de doenças infecciosas da Universidade de Pittsburgh.

Entre as crianças africanas internadas com covid-19 em 25 hospitais, entre março e dezembro de 2020, crianças menores de 1 ano tiveram quase cinco vezes o risco de morte do que adolescentes de 15 a 19 anos. Crianças de todas as idades com comorbilidades, incluindo pressão alta, doenças pulmonares crónicas, distúrbios hematológicos e cancro, também apresentaram maior risco de morrer.

“Embora o nosso estudo tenha analisado os dados do início da pandemia, a situação não mudou muito para as crianças da África”, disse o autor do estudo Jean B. Nachega. “As vacinas ainda não estão amplamente disponíveis e os cuidados intensivos pediátricos não são facilmente acessíveis”.

O estudo examinou os resultados de 469 crianças com idades entre os 3 meses e 19 anos que foram hospitalizadas num de seis países: República Democrática do Congo, Gana, Quênia, Nigéria, África do Sul e Uganda.

O estudo, que incluiu investigadores nos seis países africanos que forneceram dados, descobriu que 34,6% das crianças hospitalizadas foram internadas numa unidade de terapia intensiva (UTI) ou necessitaram de oxigénio suplementar, e 21,2% das internadas na UTI necessitaram de ventilação mecânica.

Durante o período estudado, 39 – mais de 8% – das crianças morreram. Isso compara com taxas entre 1% e 5% que foram relatadas em países de alto rendimento.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Comissão Mista Angola-Brasil reúne-se entre março e abril

Comissão Mista Angola-Brasil reúne-se entre março e abril

A Comissão Mista Angola-Brasil vai reunir-se entre março e abril para impulsionar as relações de cooperação bilateral.  Esta foi uma…
Timor-Leste: PR diz que Brasil pode apoiar na autossuficiência na agricultura

Timor-Leste: PR diz que Brasil pode apoiar na autossuficiência na agricultura

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, partilhou publicamente que o Brasil pode apoiar o seu país a tornar-se…
Cabo Verde: PAICV comenta abandono da barragem de Canto de Cagarra

Cabo Verde: PAICV comenta abandono da barragem de Canto de Cagarra

Os deputados do PAICV eleitos por Santo Antão alertaram nesta quinta-feira, 05 de janeiro, para a situação de abandono da…
Mães e crias em migrações pouco pacíficas

Mães e crias em migrações pouco pacíficas

Uma mãe e a sua cria nadam, lado a lado, ao longo da costa numa zona de águas baixas. Depois…