África Subsaariana | Segurança

Dois ataques do Boko Haram fazem 21 mortos perto de Ngala na Nigéria

Supostos militantes do Boko Haram mataram 21 pessoas em ataques separados numa região remota do nordeste da Nigéria, informaram as autoridades de segurança e uma testemunha à AFP na segunda-feira.

Os jihadistas mataram 18 trabalhadores florestais que recolhiam lenha no estado de Borno, perto da cidade de Gamboru, na fronteira com Camarões, no domingo, segundo um membro de uma milícia local anti-militante na área.

“Os corpos estavam espalhados por várias centenas de metros, atingidos na cabeça ou nas costas”, disse outro miliciano à AFP.

Também no domingo, um veículo que transportava civis que viajavam próximo de um comboio do exército, atingiu uma mina colocada pelos insurgentes, matando três pessoas perto da vila de Wumbi, disse um membro da milícia. “Três pessoas, incluindo o motorista, morreram e 11 passageiros ficaram feridos”, disse.

A insurgência do Boko Haram, que surgiu em 2009, fez  pelo menos 20.000 mortos e deslocou mais de 2.6 milhões de pessoas.

Em agosto de 2014, o grupo ocupou Gamboru, uma zona comercial assim como a cidade vizinha de Ngala.

As tropas nigerianas recuperaram ambas as cidades em setembro de 2015 com a ajuda das forças do Chade após uma ofensiva de meses. Mesmo assim, o Boko Haram continua a atacar, a emboscar tropas e veículos, assim como a atacar e a capturar agricultores.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo