África Subsaariana | Especial COVID-19 | Tecnologia

Drones fazem vacinas contra a covid-19 chegar a zonas remotas de África

drone; tecnologia

A startup americana Zipline está a usar drones para distribuir a vacina contra Covid-19 em África. As primeiras 250 doses, lançadas de pára-quedas, chegaram a um centro de saúde rural do Gana no início de março.

De acordo com os responsáveis do projeto, muitas zonas de África são de difícil acesso, o que torna o transporte das vacinas lento e perigoso. Os drones conseguem fazer o trajeto de forma mais rápida e, mesmo com uma capacidade de carga menor, podem fazer várias viagens, tornando este um transporte mais eficaz do que o terrestre.

A primeira entrega ocorreu no dia 2 de março quando foi lançado, de Mpanya, o primeiro drone. Após 34 minutos de voo, o drone chegou a Asuofua, a cerca de 70 km de distância, fazendo a entrega das vacinas sem qualquer obstáculo.

A Zipline tem vindo a trabalhar, há vários anos, em países africanos, nomeadamente, tem ajudado a construir infraestruturas de entregas através de drone, de forma a fazer chegar abastecimento médico às regiões mais remotas, incluindo entregas de reservas de sangue em países como a Tanzânia, o Ruanda ou o Gana.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo