África Subsaariana

Etiópia bloqueia internet para conter protestos

O governo da Etiópia bloqueou esta semana o acesso à internet em todo o país para conter protestos contra o recente assassinato de Haacaaluu Hundeessaa, um famoso cantor e ativista.

As manifestações começaram na segunda feira quando o cantor foi morto com um tiro na capital Addis Ababa. A ocorrência causou indignação e a população começou a protestar por mais informações e justiça, o que levou ao bloqueio da internet.

O cantor e activista ficou conhecido pelo efeito político das suas músicas, que causaram, inclusive, a troca do último primeiro ministro. Hundeessaa fazia também parte do grupo étnico Oromo que tem um longo histórico de repressão no país.

Até agora, foram mortas mais de 80 pessoas nos protestos. A polícia militar foi enviada para Addis Ababa, na quarta-feira,  para reforçar a ação contra os manifestantes.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo