Etiópia: Governo adverte separatistas de Oromia

O primeiro-ministro da Etiópia, Hailemariam Desalegn, avisou que o governo irá tomar medidas para prevenir que um movimento seccionista se desenvolva na região de Oromia.

De acordo com as declarações de Hailemariam Desalegn, “forças destrutivas” apoiadas pela vizinha Eritreia, lançaram uma campanha armada para promover a secessão da região, armando ciladas às forças de segurança e incendiando propriedades do governo.

“O povo percebeu que estas forças destrutivas tencionam subverter o sistema e mudar o governo”, declarou o primeiro-ministro etíope, acrescentando que “O governo entende que há necessidade de tomar medidas decisivas, sustentadas pela lei”.

Na segunda-feira, a organização não-governamental pelos direitos humanos, Human Rights Watch, declarou que os ativistas registaram que cerca de 200 pessoas foram mortas pelas forças de segurança em Oromia, desde novembro.

Os protestos foram, na sua maioria, pacíficos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Brasil: zero imposto

Brasil: zero imposto

Com vistas à eleição presidencial, Governo Federal zera imposto de importação no etanol e de alimentos básicosO governo federal anunciou…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin