EUA atualizou riscos associados à Mauritânia

O Departamento de Estado norte-americano emitiu um aviso aos viajantes para os riscos associados à Mauritânia, particularmente nas regiões do leste do país.

Em comunicado, o Departamento de Estado alerta para as atividades de grupos terroristas, com destaque para a Al Qaeda do Magreb Islâmico (AQMI), que está radicada nas regiões fronteiriças com o Mali.

Este aviso vem atualizar o último alerta, emitido em Outubro de 2014, fornecendo um novo ponto de situação sobre o estado das ameaças nesta região.

As regiões de Guidimagha, Hodh El Charghi e Hodh El Gharbi, na fronteira sudeste com o Mali, a metade oriental da região de Assaba (leste de Kiffa), Tidjikja e a metade oriental da região de Tagant (leste de Tidjikja), a metade oriental da região de Adrar (leste de Ouadane) e a região de Zemmour (nordeste da Mauritânia) são consideradas todas zonas de risco elevado relacionadas com raptos e atividades terroristas.

O pessoal diplomático em Nouakchott está proibido de sair da capital sem autorização e de circular à noite ainda que na capital mauritana.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Seda sustentável pode ter aplicações biomédicas e no abastecimento alimentar

Seda sustentável pode ter aplicações biomédicas e no abastecimento alimentar

Embora a seda seja mais conhecida como um componente para roupas e tecidos, o material tem muitos usos, desde a…
Timor-Leste: Aprovadas regras de execução do OGE de 2022

Timor-Leste: Aprovadas regras de execução do OGE de 2022

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou o projeto do Governo sobre o estabelecimento das regras de execução do Orçamento…
União Europeia quer considerar nuclear como energia "verde"

União Europeia quer considerar nuclear como energia "verde"

A União Europeia está a provocar fortes reações contra os planos de rotular o nuclear e o gás como investimentos…
Moçambique: Nyusi promulga Lei Orgânica do Ministério Público

Moçambique: Nyusi promulga Lei Orgânica do Ministério Público

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, promulgou a Lei Orgânica do Ministério Público e o Estatuto dos Magistrados do…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin