EUA atualizou riscos associados à Mauritânia

O Departamento de Estado norte-americano emitiu um aviso aos viajantes para os riscos associados à Mauritânia, particularmente nas regiões do leste do país.

Em comunicado, o Departamento de Estado alerta para as atividades de grupos terroristas, com destaque para a Al Qaeda do Magreb Islâmico (AQMI), que está radicada nas regiões fronteiriças com o Mali.

Este aviso vem atualizar o último alerta, emitido em Outubro de 2014, fornecendo um novo ponto de situação sobre o estado das ameaças nesta região.

As regiões de Guidimagha, Hodh El Charghi e Hodh El Gharbi, na fronteira sudeste com o Mali, a metade oriental da região de Assaba (leste de Kiffa), Tidjikja e a metade oriental da região de Tagant (leste de Tidjikja), a metade oriental da região de Adrar (leste de Ouadane) e a região de Zemmour (nordeste da Mauritânia) são consideradas todas zonas de risco elevado relacionadas com raptos e atividades terroristas.

O pessoal diplomático em Nouakchott está proibido de sair da capital sem autorização e de circular à noite ainda que na capital mauritana.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin