África Subsaariana

Gabão: Ali Bongo presidirá as cerimónias do Dia da Independência a 17 de agosto

Ali Bongo Ondimba vai presidir às cerimónias da 59ª celebração do Dia da Independência do Gabão, no próximo sábado, 17 de agosto.

Como Líder Supremo das Forças Armadas, Ali Bongo também presidirá à parada militar, um momento que o atual Chefe de Estado, que foi ministro da Defesa durante 10 anos, de 1999 a 2009, aprecia particularmente.

Essas festividades são, ao que parece, o selo da reconciliação política. Pierre Manganga Moussavou, 67 anos, ex-vice-presidente demitido em maio do ano passado, após o escândalo relacionado à exportação ilegal de kévazingo, foi convidado para as cerimónias oficiais, assim como Didjob Divungi Di Ndinge, de 73 anos, que também foi vice-presidente da República de 1997 a 2009. Este último deixou o palácio presidencial no dia seguinte à primeira vitória eleitoral de Ali Bongo Ondimba nas eleições presidenciais de 2009.

Didjob Divungi Di Ndinge, não apoiou o vencedor, embora fosse o um dos principais colaboradores do seu pai, Omar Bongo. Desde então, apoiou Jean Ping, o principal rival de Ali Bongo em 2016, enfraquecido atualemente pelas divisões que minam a oposição.

Outro destaque das festividades de 17 de agosto vai o discurso do presidente. Embora a informação, por enquanto, não tenha sido confirmada oficialmente pelo Palácio do Litoral, várias fontes do governo indicam que o Chefe de Estado fará um grande esforço na ocasião.

Se se concretizar, será o segundo discurso público de Ali Bongo Ondimba em pouco mais de dois meses. O primeiro foi em 8 de junho, por ocasião do décimo aniversário da morte de seu pai, Omar Bongo. O número um do Gabão aproveitou a oportunidade para denunciar a corrupção que gangrena o país.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo