África Subsaariana

Gabão: Emitidos dois mandados de captura internacional contra colaboradores de Brice Laccruche Alihanga

O procurador público, André Patrick Roponat, anunciou no sábado numa breve declaração que foram emitidos pelo Gabão dois mandados de captura internacional contra colaboradores muito próximos de Brice Laccruche Alihanga, ex-diretor de gabinete do chefe de estado do Gabão, Ali Bongo Ondimba, atualmente preso.

Os mandatos datam de 3 de janeiro e dizem respeito a Raphaël Nze Minko, cunhado de Brice Laccruche Alihanga (BLA), em cuja residência foram encontrados, durante uma busca, baús cheios de dinheiro; o segundo mandato visa Gervais Martial Koulayo Houlpaye, um colaborador do gabinete da BLA.

Os nomes dessas duas pessoas foram citados por um individuo atualmente em detenção preventiva na prisão central de Libreville como parte da operação Escorpião, no âmbito do combate à corrupção.

Segundo o Ministério Público, desde o seu lançamento em novembro passado, a Operação Escorpião prendeu 30 pessoas, das quais 6 foram libertadas, 4 foram libertadas provisoriamente e 20 outras acusadas e colocadas sob prisão.

A operação foi lançada após sérias suspeitas de peculato e lavagem de dinheiro.

Alguns gaboneses denunciam um acordo de contas que tem como alvo Brice Laccruche Alihanga e seus ex-colaboradores, bem como executivos do seu movimento político, a AJEV (Associação de jovens voluntários emergentes).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo