África Subsaariana

Gabão: RPM exige investigações extensivas aos financiadores nos casos de apropriação indevida de fundos públicos

O Conselho Executivo semanal do Movimento pela Pátria e Modernidade (RPM) reuniu-se em 29 de novembro em Libreville para discutir várias questões relacionadas ao funcionamento do partido e do país. No final desta reunião, o RPM denunciou os escândalos financeiros revelados pela operação Mãos Limpas em andamento e exigiu que as investigações sejam estendidas aos financiadores e beneficiários dos fundos.

O secretário executivo do RPM, Faustin Laurent Bilie Bi Essone, lembrou que o seu partido tem alertado desde 2015 para a banalização, e principalmente, para a massificação desse fenómeno, lamentando o fato de as autoridades não terem levado esse alerta em consideração.

O RPM também lamenta a falta de “alerta, controlo e salvaguardas” na gestão de fundos públicos. Para esta formação política, pode-se entender facilmente a fonte de enormes somas de dinheiro que circularam durante as últimas eleições legislativas e locais, e, pediu ao governo que analise a questão do financiamento das campanhas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo