Gabão suspende estação de televisão dos Camarões depois de reportar erradamente morte de Ali Bongo

Uma estação privada de televisão camaronesa foi proibida de transmitir durante seis meses no vizinho Gabão depois de noticiar erradamente a morte do presidente Ali Bongo Ondimba, que está num hospital na Arábia Saudita a recuperar de exaustão, segundo autoridades de Libreville.

Bongo, 59 anos, ficou doente na última quarta-feira durante uma visita a Riade para participar de um fórum económico na capital saudita, onde ainda está hospitalizado.

O seu porta-voz, Ike Ngouoni, disse no domingo que os médicos diagnosticaram “fadiga severa” e recomendaram repouso absoluto.

A autoridade de radiodifusão do Gabão, HAC, que se reuniu na terça-feira, disse em comunicado que a reportagem “incorreta e falsa” tinha “minado a unidade nacional, a coesão social e a ordem pública”.

Bongo assumiu como líder da nação equatorial africana rica em petróleo em 2009, após a morte do seu pai Omar Bongo, que governou desde 1967.

Ali Bongo foi reeleito em 2016 por apenas alguns milhares de votos numa eleição presidencial controversa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin