África Subsaariana

Gâmbia: Governo alemão financia projeto de estabilização de energia de 1,3 milhão de euros n

O projeto, no valor de 1,3 milhão de euros para o setor de energia da Gâmbia, visa aprimorar o desenvolvimento das capacidades de geração de energia existentes e está a ser financiado pelo Ministério Federal dos Negócios Estrangeiros da Alemanha e implementado pelo GIZ e NAWEC, sob a liderança do Ministério da Energia da Gâmbia.

O projeto GIZ surgiu da visita do presidente alemão à Gâmbia em dezembro de 2017, altura em que declarou a disposição da Alemanha em apoiar a Gâmbia para estabilizar o fornecimento de eletricidade.

O projeto que se seguiu ao seu anúncio ajudou a reduzir a ocorrência de apagões totais na Grande Área de Banjul de muitas horas por dia para uma situação atual de apenas alguns apagões por mês.

O ministro da Energia e Petróleo, Fafa Sanyang, declarou que o governo da Gâmbia, através do Ministério da Energia, concede prioridade especial à melhoria do acesso a eletricidade confiável, acessível e eficiente a todos os cidadãos do país.

De acordo com o governante, o subsetor de eletricidade da Gâmbia caracteriza-se principalmente por capacidade insuficiente de geração, capacidade limitada de transmissão e distribuição e perdas técnicas e comerciais de dois dígitos.

“Com o apoio, o subsetor de eletricidade está a mudar gradualmente”, declarou  Sanyang, acrescentando que as medidas permitirão à NAWEC operar de maneira mais confiável, prolongar a vida útil dos motores e economizar significativamente recursos em manutenção.

O embaixador da República Federal da Alemanha na Gâmbia, Stephan Roeken, disse que o projeto é um elemento importante porque fortalecerá a parceria entre os dois países e reduzirá o apagão nas áreas do Grande Banjul.

Os especialistas alemães da GIZ ofereceram extensa formação mecânica e elétrica aos especialistas técnicos da NAWEC. Os fundos do projeto permitem a aquisição de um gerador, um laboratório de petróleo e combustível e mais de 75 km de cabo de fibra de vidro, duas novas torres de rádio e outras coisas necessárias para criar uma infraestrutura de comunicação digital para o NAWEC.

O projeto concentra-se na instalação de infraestrutura de comunicação independente e recolha de dados na rede de transmissão e distribuição, fornecimento de equipamentos de teste de qualidade para óleo e lubrificantes, aquisição de gerador de 800KW para redução de pico e capacitação da equipa da NAWEC.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo