Gâmbia: Missão do Ecomig prolongada até março de 2020

A missão militar da CEDEAO na Gâmbia foi alargada até março de 2020 por decisão tomada numa sessão dos estados membros.

O Ecomig foi criado na Gâmbia desde o impasse político de janeiro de 2017, quando Yahya Jammeh se recusou a ceder o poder ao presidente eleito, Adama Barrow.

Os soldados da CEDEAO intervieram para pressionar o ex-ditador e forçá-lo a sair. Dois anos e meio após o impasse político, o Ecomig tem uma missão de manutenção da paz.

Vinte e dois milhões de euros foram gastos pela União Europeia (UE) para apoiar esta missão, mas, no momento, os europeus não foram solicitados a financiar o novo mandato.

“Eu acho que o país está estável, seguro e protegido. Chegou a hora de avançar e tornar visível a reforma do sistema de segurança. Hoje, se viajar pelo país, encontrará um número ainda maior de postos de controlo”, declarou Átila Lajos, o embaixador da UE na Gâmbia, que convida a reavaliar a relevância de tal missão.

A força Ecomig participa desses controlos que incomodam e atrasam os gambianos. Mas essa presença militar possibilita responder a vários desafios de segurança ainda presentes.

“Ainda há munição espalhada por todo o país. O Ecomig trabalha arduamente para manter o controlo dessas armas, onde se encontram e de onde a ameaça pode chegar. Porque não sabemos o estado de espírito das pessoas. Podem dizer a si próprios: “Estamos à espera da partida de Ecomig e começamos””, disse Vabah K. Gayflor, embaixador da CEDEAO na Gâmbia, citado pela RFI.

Vabah K. Gayflor admite atrasos na reforma do sistema de segurança e lembra que a força Ecomig é muito cara para durar. Por enquanto, o governo apoia a sua extensão.

Os 1.000 soldados do Ecomig estarão na Gâmbia até março de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Entrevista a Oleg Chumakov: "A Ucrânia só começou a existir como unidade estatal graças à vontade do Lenin"

Entrevista a Oleg Chumakov: "A Ucrânia só começou a existir como unidade estatal graças à vontade do Lenin"

Oleg Chumakov é um cidadão de origem russa. Vive em Portugal há 21 anos, tendo já nacionalidade portuguesa. É professor…
Moçambique: Governador de Cabo Delgado anuncia para breve regresso da população deslocada à Mocimboa da praia.

Moçambique: Governador de Cabo Delgado anuncia para breve regresso da população deslocada à Mocimboa da praia.

Forçada a abandonar em 2020, devido aos sucessivos ataques terroristas, aliados aos maus tratos por certos elementos das Forças de…
Teatro D. Maria II: Esta é a minha história de amor

Teatro D. Maria II: Esta é a minha história de amor

Esta é a minha história de amor, nova criação da companhia Hotel Europa, estreia na Sala Estúdio do Teatro Nacional…
Brasil: Bolsonaro critica política de preços dos combustíveis da Petrobras e indica possível mudanças

Brasil: Bolsonaro critica política de preços dos combustíveis da Petrobras e indica possível mudanças

O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou, nesta segunda-feira (7/3), a política de paridade de importação (PPI) praticada pela Petrobras, que…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin