África Subsaariana | Crise

Gana: Suspeito de terrorismo é guarda-costas de Compaoré

O suspeito de terrorismo que foi preso ontem em Gwollu, na região oeste do Gana, é guarda-costas do ex-presidente de Burkina Faso, Blase Compaoré.

Zuure Braimah foi preso pelo Comando da Polícia de Sissala, após moradores da área terem suspeitado dos seus movimentos. Em entrevista ao ‘The Chronicle’, ontem, o diretor regional do Departamento de Investigação Criminal (CID), superintendente Fuseini Musah Awinba, disse que a identidade do suspeito foi revelada durante o interrogatório.

Fontes policiais revelaram que Braimah é acusado de ter cometido crimes no seu país e estava na lista de procurados das forças policiais, razão pela qual fugiu do país.

Permanece por esclarecer a ligação de Zure Braimah ao ataque contra o hotel Splendid em Ouagadoudou que causou 29 mortos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo