Governo do Quénia classifica a seca como um desastre nacional

O governo queniano classificou a seca que assola o país como um “desastre nacional”.

Depois de ter sido informado pelos secretários do Gabinete envolvidos na gestão da seca e segurança alimentar, o presidente Uhuru Kenyatta apelou tanto os parceiros locais e internacionais a apoiarem os esforços do governo para atenuar a situação.

“O apoio dos nossos parceiros pode ajudar o governo nos seus esforços para atenuar a seca”, referiu o presidente.

O presidente aproveitou também para deixar uma advertência aos responsáveis pela distribuição de alimentos, dizendo que iria tomar medidas em relação aos que se tentassem aproveitar da situação para enriquecer.

Uhuru Kenyatta revelou ainda que todas as compras de alimentos devem ser feitas de forma transparente e aberta e que todas as agências do governo responsáveis devem estar envolvidas nos programa para que o povo queniano não seja defraudado.

Para estabilizar os preços elevados dos cereais, o Governo deverá autorizar a importação de milho pelas empresas de moagem licenciadas, mas controlando rigorosamente a situação para assegurar que a sua produção seja feita de forma muito transparente.

Na sua segunda fase de intervenção contra a seca, que abrange os meses de Fevereiro a Abril, o Governo atribuiu 11 mil milhões de xelins para intervir em vários sectores. O Governo pretende reforçar as intervenções, incluindo com a duplicação das rações alimentares e das transferências de dinheiro, entre outras medidas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin