Malawi: Governo deteve líderes da oposição por suspeita de envolvimento em tentativa de golpe de Estado

A recente detenção no Malawi de três políticos da oposição, acusados de planearem destituir o Presidente Peter Mutharika, causou polémica em vários sectores da sociedade. Um quarto suspeito, alegadamente fora do país, deverá também ser detido. Os planos terão sido detectados pela polícia através de uma conversa no WhatsApp.

No entanto, grupos defensores dos direitos humanos, consideram que as detenções tiveram motivações políticas, visto que o Malawi não tem tecnologia que permita vigilância no WhatsApp ou outras redes sociais.

As autoridades acusaram os detidos, Ulemu Msungama, Jessie Kabwila e Peter Chakwantha, de traição, os quais aguardam em prisão preventiva a formalização das acusações.

Segundo o analista político, Vincent Kondowe, a motivação para a detenção foi clara: “apenas o Supremo Tribunal pode ordenar a prisão em casos de traição. Daí que estas detenções têm motivações políticas”.

Na conversa no WhatsApp, os suspeitos sugeriam que o Presidente Peter Mutharika poderia ser destituído da mesma forma que o foi o ex-Presidente egípcio, Hosni Mubarak.

Kondowe defende que os suspeitos estariam a exercer o seu direito constitucional de liberdade de expressão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Brasil: zero imposto

Brasil: zero imposto

Com vistas à eleição presidencial, Governo Federal zera imposto de importação no etanol e de alimentos básicosO governo federal anunciou…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin