África Subsaariana

Guiné-Conacri: Deputado nega que o RPG tenha “comprado consciências”

No passado dia 31 de outubro registou-se, em Conacri, uma grande mobilização por ocasião do regresso do Presidente da República de uma viagem que o levou à Rússia, Turquia e França.

Várias pessoas declararam com o rosto descoberto que receberam dinheiro para aumentar as fileiras de apoiantes do presidente Alpha Condé.

O deputado Alpha Bah Fischer, do partido RPG Arc-en-ciel, rejeitou as denúncias. “Nunca usamos dinheiro para fazer política. O presidente Alpha Condé sempre procurou militantes convictos. E foi isso que fez do RPG um grande partido. Não foi o dinheiro que projetou o RPG. Todos os partidos projetados com base no dinheiro desaparecem após o líder”, declarou o ex-presidente do Partido Nacional pela Renovação (PNR).

“O RPG, ao contrário de muitos partidos que duraram na oposição, conseguiu manter-se com 19 deputados. É uma verdadeira máquina política. Um partido que evolui com base nas convicções e ideais do presidente Alpha Condé “, acrescentou.

Fischer garantiu que o presidente do partido não precisa recorrer à compra de consciências para mobilizar multidões, lembrando que ”quando o Presidente da República regressou em 31 de outubro a Conacri, a mobilização foi imensa. O RPG mostrou que não funciona com compras de consciência”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo