África Subsaariana

Guiné-Conacri: Diáspora guineense no Senegal e em Angola excluídos das eleições de 18 de outubro

Os guineenses do Senegal e de Angola estão excluídos da votação do dia 18 de outubro, data marcada para as eleições presidenciais, informou Aly Bocar Samoura, diretor do departamento de comunicação da Comissão Eleitoral Nacional Independente (CENI).

“Confirmo que os guineenses do Senegal e de Angola não vão votar”, disse o chefe do departamento do CENI, alegando o facto destes guineenses não terem sido inscritos durante a revisão do registo eleitoral.

Segundo Aly Bocar Samoura, a recomendação da auditoria ao processo eleitoral diz que todos os eleitores devem passar pelo registo para permanecer no banco de dados. “Portanto, todos os que não se inscreveram não devem ser eleitores. E os guineenses do Senegal e os angolanos não foram inscritos. Por isso não vão votar”, declarou.

O chefe do órgão eleitoral guineense recorda que “os guineenses que vivem em países onde a Covid-19 está a devastar também não podem votar”.

Os eleitores dos dois países em causa (Senegal, Angola) não figuraram nas últimas estatísticas publicadas pelo CENI no prelúdio das eleições presidenciais de 18 de outubro.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo