África Subsaariana

Guiné-Conacri: Elhadj Mamoudou Soumah alerta para que ”se a Baixa Guiné for desestabilizada, todo o país será desestabilizado”

Enquanto o debate sobre o esboço da nova Constituição aumenta de intensidade,  Kountigui Elhadj Mamoudou Soumah convida todos os filhos do litoral a recusarem ser divididos por interesses políticos.

A autoridade moral da Costa Baixa pede aos filhos da região que se unam para desenvolver a localidade, em vez de se envolver em guerras políticas.

“Eles não sabem o que é política. Não se deve usar a região ou os seus irmãos para fins políticos. É preciso ser-se muito cauteloso com a política. Devemos juntar as mãos para construir a nossa região como os nossos ancestrais sempre fizeram “, aconselha Elhadj Mamoudou Soumah.

“Os nossos irmãos devem parar de fazer política usando a nossa região. Eles podem fazer política para aceder a posições de responsabilidade. Mas eles não devem fazer política usando a nossa região”, reiterou.

O responsável pede às pessoas da Costa Baixa que não coloquem a unidade em perigo. “Evitemos a todo custo que nos usem para desestabilizar a região. Servem-se dos nossos irmãos para desestabilizar nossa região. E é perigoso para o país. Porque se a Baixa Guiné estiver desestabilizada, todo o país estará desestabilizado”

“A cabeça do país é a Baixa Guiné. Nós temos o governo, o porto, o aeroporto. Se esta região estiver desestabilizada, acabou para o país. Os filhos da Baixa Guiné não devem estar na origem da desestabilização da Guiné”, conclui.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo