África Subsaariana

Guiné-Conacri: FNDC refere pelo menos três mortos na repressão às manifestações de quinta-feira

Numa nota divulgada pelos meios de comunicação nesta sexta-feira, o FNDC comunica a morte de pelo menos três pessoas na repressão às manifestações de ontem, contra um terceiro mandato de Alpha Condé.

No comunicado, o FNDC agradece aos cidadãos da Guiné que se juntaram à iniciativa, tanto em Conacri, como em Dalaba, Boké, Fria , Mamou, Koundara, Lelouma, Gaoual, Sangarédi, Tougué e Kindia, e, lamenta as vítimas da repressão das autoridades, que, segundo a formação política, provocaram a morte de três jovens de 16,  19 e 32 anos e fizeram inúmeros feridos.

O FNDC insiste na criação de uma comissão internacional de inquérito para investigar as eventuais violações dos direitos humanos, condenando veementemente a violência com a qual a manifestação foi dispersa, embora os manifestantes estivessem na “suposta” rota autorizada da marcha.

A nota enumera as prisões registadas em Conakry e Kindia, incluindo a do coordenador regional da antena do FNDC Kindia, a apreensão de motas e o vandalismo contra os carros dos manifestantes pela polícia.

Exigindo o abandono permanente do projeto do terceiro mandato, a libertação imediata e incondicional de Abdourahmane Sano, Sékou Koundouno, Ibrahima Diallo, Elie Kamano e todas as outras pessoas presas e detidas por causa da sua oposição à nova Constituição, o FNDC garante que vai continuar a promover eventos durante a próxima semana, cujo programa será divulgado durante o fim de semana.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo