África Subsaariana

Guiné-Conacri: Oposição não boicotará a eleição presidencial

O principal adversário da oposição de Alpha Condé declarou que o boicote à eleição presidencial de 18 de outubro está fora de questão. Cellou Dalein Diallo assegurou que a oposição lutará para impedir a candidatura do atual presidente da Guiné-Conacri.

A esse respeito, o ex-primeiro ministro garantiu que “A oposição não boicotará as eleições. Defendemos uma votação sem a participação de Alpha Condé com base num processo consensual e um calendário realista“.

O líder reforçou que “aquilo pelo que lutamos não é boicotar eleições. Se quiséssemos boicotá-los, não teríamos realizado manifestações“.

Dalein Diallo referiu também que “Manifestamo-nos porque somos contra a candidatura de Alpha Condé. Ele foi eleito por dois mandatos. O segundo não é renovável. Jurou duas vezes respeitar e garantir o respeito à constituição [de maio de 2010]. Ele quer ter uma presidência vitalícia. Os guineenses devem reagir ”, disse o líder da UFDG.

Para finalizar, sublinhou que “não aceitaremos que Alpha Condé seja candidato. É a nossa luta. Temos de nos mobilizar, não podemos deixar que isso aconteça. Se houvesse o Supremo Tribunal de Justiça, já teríamos apresentado uma queixa contra ele. Sabendo o que queria, demitiu Kélèfa Sall, que tinha reservas sobre a mudança na constituição, para colocar no seu lugar alguém dos seus“, apontou.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo