África Subsaariana

Guiné-Conacri: Opositores ao 3º mandato de Alpha Condé condenados a um ano de prisão

A justiça da Guiné-Conacri impôs uma pena de um ano de prisão contra dois opositores do terceiro mandato do presidente Alpha Condé.

Souleymane Condé e Youssouf Diabaté, ambos da Frente Nacional de Defesa da Constituição (FNDC), foram condenados ​​por “produção, difusão e colocação à disposição de terceiros de dados suscetíveis de perturbar a ordem e a segurança pública. Foram também condenados a uma multa de 20 milhões de francos guineenses (1.600 euros) pelo tribunal de Dixinn, um distrito de Conacri.

O procurador tinha pedido uma pena de prisão de cinco anos e uma multa de 300 milhões de francos guineenses (24.000 euros, uma quantia considerável na Guiné).

O FNDC é uma coligação de partidos, sindicatos e organizações da sociedade civil, mobilizou-se durante meses contra um polémico terceiro mandato do presidente Condé.

Depois de ter aprovado uma nova Constituição em março de 2020, Condé conseguiu se recandidatar a um novo mandato, medida que o texto antigo não permitia.

Os protestos, brutalmente reprimidos, provocaram a morte de dezenas de pessoas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo