África Subsaariana

Guiné-Conacri: PADES propõe abertura alternada dos mercados para combater o cornavírus

Diante do número crescente de doentes com o Covid-19, o estado de emergência sanitária foi estendido até 15 de junho. O coordenador de assuntos administrativos do Democratas pela Esperança (PADES) acredita que é preciso fazer mais para conter a propagação da doença.

Recorde-se que o presidente Alpha Condé, em discurso à nação, anunciou o adiamento do toque de recolher para das 22h às 05h em Conacri, Dubreka e Coyah. A medida foi levantada em todas as outras cidades do país.

Na opinião de Mohamed Kaba, “passar o toque de recolher, das 21h para as 22h não é uma grande mudança. Precisamos de ponderar a nossa forma de agir”.

Também temos de olhar para a questão dos mercados. Deveríamos ter pensado em regular um pouco o horário de funcionamento desses espaços públicos. O que quer que alguém diga, é um mal necessário. Os mercados continuam a ser um centro de transmissão de doenças”, explicou.

De acordo com o responsável, “Quando se observa a proximidade das pessoas nesses mercados, o distanciamento social não é respeitado. Temos de ver como podemos abrir mercados alternadamente e tomar medidas para respeitar os gestos de barreira“.

Mohamed Kaba, defende que hoje todos os guineenses devem se mobilizar para combater a doença do coronavírus. “Cada guineense tem uma responsabilidade individual em quebrar a cadeia de contaminação“, disse, pedindo o envolvimento de todos no controlo da pandemia de Covid-19.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo